Ricardo Caridade

Caridade

Ricardo “Caridade” Caridade, conheceu o poker em 2010, através dos seus amigos, mas só em 2012 teve a sua primeira experiência de jogo online na Bwin, e mais tarde na PokerStars.
Tratava o poker como um hobby e ia depositando, de vez em quando, algum do dinheiro que ganhava no seu trabalho. Mais tarde, quando se apercebeu que o poker era um jogo onde existiam vários profissionais, e que era possível “fazer vida” do mesmo, começou a ficar mais interessado e decidiu inscrever-se numa escola de poker online americana – a Tournament Poker Edge.
Com a sua inscrição numa equipa, começaram a surgir os primeiros resultados, o que fez com que começasse a tratar o poker como um part-time – podia fazer algo que adorava e ao mesmo tempo, ganhar algum dinheiro.
Para acrescentar à sua experiência, teve coaching com o brasileiro Pessagno e com Henrique Pinho da Team Pro da PokerStars.
Em 2015, ingressou na sua primeira experiência como “Stakee” pela Samba Poker Team. No entanto, coincidiu com o ano em que acabou o poker online em Portugal, o que fez com que a duração desta experiência tenha sido de apenas 6 meses.
Devido a todas estas circunstâncias, colocou menos volume até ao ano de 2017, quando começou a focar-se mais no jogo live e nos websites permitidos em Portugal.
Caridade sentiu o seu jogo a estagnar, e em fevereiro de 2017, depois de ver um anúncio no Facebook, decidiu candidatar-se e entrar na Polarize.
Desde então, aprofundou os seus conhecimentos e foi gradualmente aumentando o número de horas que investia no poker, inclusive tornou-se Coach da Polarize. Em janeiro de 2021 torna-se oficialmente profissional de poker a full-time.

Ricardo Caridade

Caridade

Ricardo “Caridade” Caridade, conheceu o poker em 2010, através dos seus amigos, mas só em 2012 teve a sua primeira experiência de jogo online na Bwin, e mais tarde na PokerStars.
Tratava o poker como um hobby e ia depositando, de vez em quando, algum do dinheiro que ganhava no seu trabalho. Mais tarde, quando se apercebeu que o poker era um jogo onde existiam vários profissionais, e que era possível “fazer vida” do mesmo, começou a ficar mais interessado e decidiu inscrever-se numa escola de poker online americana – a Tournament Poker Edge.
Com a sua inscrição numa equipa, começaram a surgir os primeiros resultados, o que fez com que começasse a tratar o poker como um part-time – podia fazer algo que adorava e ao mesmo tempo, ganhar algum dinheiro.
Para acrescentar à sua experiência, teve coaching com o brasileiro Pessagno e com Henrique Pinho da Team Pro da PokerStars.
Em 2015, ingressou na sua primeira experiência como “Stakee” pela Samba Poker Team. No entanto, coincidiu com o ano em que acabou o poker online em Portugal, o que fez com que a duração desta experiência tenha sido de apenas 6 meses.
Devido a todas estas circunstâncias, colocou menos volume até ao ano de 2017, quando começou a focar-se mais no jogo live e nos websites permitidos em Portugal.
Caridade sentiu o seu jogo a estagnar, e em fevereiro de 2017, depois de ver um anúncio no Facebook, decidiu candidatar-se e entrar na Polarize.
Desde então, aprofundou os seus conhecimentos e foi gradualmente aumentando o número de horas que investia no poker, inclusive tornou-se Coach da Polarize. Em janeiro de 2021 torna-se oficialmente profissional de poker a full-time.

2012

A jogar desde

Entrou na Polarize Poker em 2017.

$206,000

Maior prémio

O maior prémio de Caridade num torneio.

$750,000

Ganhos totais

Um valor em constante crescimento.

+60

Jogadores coached

Foram vários os alunos que ensinou.

Entrevista

Os maiores marcos da carreira de Caridade, foram a vitória no GG Masters em março de 2021, o 4º lugar no 10k HR do EPT de Praga – o seu primeiro EPT, mas acima de tudo, destaca o facto de ter conseguido se dedicar a full-time, quando já tinha um emprego estável, no qual era bem-sucedido há mais de 10 anos.
Um dos seus grandes sonhos é contribuir para que o poker seja reconhecido, em Portugal, como um desporto da mente (à semelhança do xadrez), ao invés de ser considerado um jogo de sorte/azar. Gostaria também de ver o poker como um desporto olímpico.

Candidaturas abertas!

Se sentes que tens o que é preciso para integrar a nossa equipa e jogar entre os melhores nas mesas de Multi-Table Tournaments, preenche a tua candidatura! Rui "RuiNF" Ferreira, Filipe "Zagazaur" Oliveira e Diogo "NORTE" Cardoso vêm a dinamizar o projeto Polarize Poker desde o ano de 2017 com um longo registo de sucesso, do qual agora podes fazer parte!